História da Praia de Mira

Praia de Mira é uma vila e freguesia portuguesa do concelho de Mira, com 39,82 km² de área e 3 147 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 79 hab/km².

 

Localização no Concelho de Mira

Todos os anos é celebrado o dia de Nossa Senhora da Conceição com a participação de alguns artistas conhecidos.

 

Uma das referências mais conhecidas de Palheiros de Mira, data de 1821 que ao referir-se à Vila de Mira, diz que “está distante 6 km do oceano e tem estrada para «palheiros de Mira, na praia do Mar», lugar cujos habitantes são «quase todos pescadores»

 

Há no entanto outras referências mais obscuras e mais antigas, no Jornal de Coimbra de 1812[3] num artigo consagrado à Barra Velha de Aveiro informa que «A Barra velha de Aveiro tinha de profundidade sobre o banco, ou na menor altura, no ano 1777-8 palmos: em 1778-6 palmos: em 1802-5 palmos. Era ela perto da costa e palheiros de Mira».

No mesmo ano de 1812, nas Memórias económicas da Academia real das Ciências de Lisboa[4], encontra-se uma das mais antigas referências à pesca artesanal que se pratica até aos dias de hoje (ainda que bastante modificada): «Na Costa de Mira, onde não se observa outra pescaria, senão aquela que se faz com o aparelho chamado Artes, fui informado que este com o barco faz de despesa 600000.»

Em 1815, novamente no Jornal de Coimbra[5], encontra-se uma nota referente ao abate de pinheiros na Praia de Mira, sendo esta uma das primeiras referências à localidade pela nome que o tempo fixou: «Em Outubro de 1815, estando eu na Praia de Mira, ouvi a muitos dos habitantes daquela Vila chorar a futura perdição dos seus prédios pelo sucessivo corte dos pinheiros que os abrigavam das areias.»

A praia de Mira, em 2016, é a única praia do Mundo com a Bandeira azul durante 30 anos consecutivos.